• (11) 4521-9494 / 97647-5816 (TIM) / 96650-4335 (CLARO)

Hipertensão Arterial Sistêmica, Diabetes e Apneia do Sono

Denise Fernandes Barbosa
Denise Fernandes Barbosa

Estudos revelam que um terço dos pacientes com hipertensão arterial sistêmica tem apneia do sono. Um grupo de pesquisadores da Escola Paulista de Medicina chegou à conclusão de que quem sofre com apneia do sono tem grandes chances de se tornar um hipertenso no futuro. Existem evidências científicas de que a apneia e a hipertensão coexistem com frequência nos pacientes, principalmente se estes possuírem fatores de risco como: obesidade, sedentarismo, e idade.

A síndrome da apneia obstrutiva do sono (SAOS) também é muito comum entre as pessoas que sofrem de diabetes tipo II. A apneia do sono esta associada a um aumento na frequência da síndrome metabólica (obesidade, hipertensão, glicemia e colesterol alterados).

A SAOS é muito prevalente e ainda pouco reconhecida na população em geral. Se não tratada pode levar a resultados terapêuticos gerais ruins. Pacientes portadores desta doença têm maior risco de sofrerem alguma enfermidade cardiovascular, dentre elas, a insuficiência renal e cardíaca como infarto do miocárdio; e acidente vascular cerebral.

Ronco e sonolência diurna são os principais sintomas da SAOS. Acordar sufocado, com dor no peito ou dor de cabeça; irritação ou mau humor; dificuldade de concentração; impotência sexual são também sintomas da SAOS.

O DIORS®- Dispositivo Intra Oral Restaurador do Sono www.diors.com.br é uma exclusividade da clinica DFB que trata do ronco e apneia, melhorando a saúde do paciente como um todo. É um dispositivo intraoral para ser usado durante o sono. Tonifica a musculatura da língua e garganta, mantendo a via aérea desobstruída através do reposicionamento mandibular.

Faça uma consulta com seu Médico e solicite uma avaliação. É importante que o tratamento seja feito mediante prescrição médica e com Cirurgião Dentista habilitado em Odontologia do Sono www.absono.com.br.