• (11) 4521-9494 / 97647-5816 (TIM) / 96650-4335 (CLARO)

Sobre as funções que a boca exerce – a mesma faz parte de um corpo e mente que procuram se manter em equilíbrio em relação ao meio e que, ainda, por qualquer motivo, podem alterar essa interação com o ambiente em que se inserem.

Como parte da Medicina, a Odontologia trabalha com a região de cabeça e pescoço. E neste contexto a boca será o assunto a ser abordado.

A boca participa das funções essenciais, em que os dentes, o periodonto, os músculos, a oclusão e as articulações em conjunto recebe diversas informações externas, como estímulos de temperatura, de pressão, de gustação e de dor, como também transmite informações ao meio externo, como emoções por palavras, risos, gritos, sussurros e até silêncio. A boca participa de um corpo e mente, que têm sensações e emoções de prazer ou de dor. É estruturada para absorver e expressar estímulos, mas que começou sua jornada com o meio ambiente no ato do nascimento com o reflexo da respiração no primeiro sopro de vida. E se preparou desde a amamentação com a sucção e deglutição, enquanto a respiração nasal estava sendo aprendida, para o ato de mastigar e falar. Cinco funções exercidas por este sistema tão fascinante.

Muitos profissionais da área da saúde são atentos a fatores específicos de suas especialidades, transformando o corpo em fragmentos, um quebra-cabeças interminável. Muitas vezes se esquecendo que a boca está diretamente ligada às funções mais básicas como o ato de alimentar-se, por exemplo, que dá combustível a um corpo que é sustentado pela coluna, de uma coluna que sustenta a cabeça, de uma cabeça que determina a postura cervical e que compõe um esqueleto que suporta o sistema neuromuscular, os vasos linfáticos e sanguíneos que nutrem e protegem as células, que controla as vísceras e o sistema excretor, eliminando os resíduos desnecessários ao corpo. Um corpo que está contido em seu maior órgão, a pele.

 

O equilíbrio do corpo e mente, depende do equilíbrio entre suas estruturas e da capacidade adaptativa frente aos fatores estressores, determinado pelos fatores externos e internos. A melhor maneira de conquistar este equilíbrio é respeitando as funções das estruturas do corpo e mente em sua totalidade.

Trabalhe este corpo da melhor forma possível. Começando pela boca, tenha hábitos saudáveis: Alimente-se e respire bem. Mantenha sua higiene bucal e corporal.  Exercite-se e mantenha-se em movimento. Relacione-se bem com o meio onde vive e procure dormir bem. Carregue somente o peso que merece. Corpo e mente com saúde são sinônimos de bem-estar e qualidade de vida.

Diagnóstico Funcional Bucal
Dra. Denise Fernandes Barbosa - Responsável pela ClinicaDFB Formada em Odontologia pela PUCCAMP em 1986. Especialista em Ortopedia Funcional dos Maxilares pelo CFO. Mestre em Fisiologia pela UNIMES. Certificada em Odontologia do Sono pela ABSONO. Distúrbios do Sono pela NEURO-SONO / UNIFESP.