• (11) 4521-9494 / 97647-5816 (TIM) / 96650-4335 (CLARO)

Diagnóstico Funcional Bucal

Denise Fernandes Barbosa
Denise Fernandes Barbosa

Prevenção das doenças – Embasada nos conceitos da odontologia moderna e tecnologia de ponta, a Clinica Diagnóstico Funcional Bucal tem a saúde, bem estar e qualidade de vida como prioridade em sua gestão.

A medicina cuida da saúde com foco na prevenção através de check-up periódicos. Por que também não fazer o check-up periódico da boca, que é a porta de entrada para muitas dornças?
Função equilibrada e harmonia facial – Acompanhar o crescimento e desenvolvimento das crianças também é o objetivo da Clinica de Diagnóstico Funcional Bucal, na busca constante por equilíbrio funcional dos maxilares e estética facial.
Melhorar o posicionamento dental, não é apenas uma questão estética é uma questão de saúde e isto se dá através das especialidades odontológicas para manter ou restaurar a harmonia facial. Requer conhecimento especializado visando proporcionar um trabalho de altíssima qualidade.
Odontologia do Sono – Uma noite bem dormida é sinônimo de qualidade de vida, melhorando a autoestima e confiança. Ronco, apneia e bruxismo são algumas das causas mais freqüentes dos distúrbios do sono. A odontologia do sono é uma prática integrada a Medicina do Sono e a Clinica Diagnóstico Funcional Bucal têm uma equipe de profissionais capacitados e habilitados para o tratamento destes distúrbios.
“O que vale não é quanto se vive; mas como se vive a vida.” KING, M.L.

Saiba como deve ser o desenvolvimento correto da boca

Segundo Claud Bernard – fisiologista, “a função cria o órgão”, e baseado nesse conceito algumas dicas para o correto crescimento e desenvolvimento da boca.

Desenvolvimento natural da boca uma criança aos 6 anos com orientações de prevenção e função equilibrada.

Sucção e deglutição

Tudo se inicia ao nascimento através do aleitamento materno, que deve ser exclusivo até os seis meses de idade. Nesta fase os músculos da boca estão proporcionando o crescimento do maxilar inferior e iniciando o treinamento para a futura mastigação.

Respiração

Quando o bebê está mamando no seio a respiração é nasal. Dessa forma evitam-se os problemas respiratórios, pois o nariz tem a função de filtrar, aquecer e umidificar o ar que entra nos pulmões, além disso, promove o crescimento do maxilar superior.

Mastigação

Antes do aparecimento dos dentes o bebê já tem a necessidade de levar objetos à boca. Logo que aparecem os dentes alimentos sólidos, coloridos e consistentes devem ser introduzidos de forma lenta e gradual, até que o ciclo mastigatório se instale e os dentes cumpram sua função e proporcionem o desenvolvimento dos maxilares superior e inferior.

Fala

A última função da boca aprendida corretamente, em sua grande maioria, se dá quando as outras funções estiverem ocorrendo de forma harmônica e equilibrada.

Agora é só por em pratica as funções que a boca exerce não se esquecendo de que qualidade de vida é fundamental.

Disfunção temporomandibular (DTM)

Dr. Giovanni M. Bottaro
Dr. Giovanni M. Bottaro é responsável pela clínica dfb

Dr. Giovanni Mendes Bottaro

A Disfunção temporomandibular é um conjunto de alterações que acontece no sistema da mastigação em função do desequilíbrio de suas estruturas: dentes, ossos, gengiva, músculos e ATM (articulação temporomandibular). Os sinais e sintomas mais comuns são: dor nas ATM e músculos faciais, dificuldades de falar ou mastigar, dor de “cabeça”, zumbidos, dor de “ouvido”, desgastes e mobilidade dos dentes, entre outros. De acordo com estudos científicos, a ocorrência da DTM é de cinco mulheres para cada homem.

Leia Mais…

10 razões para escolher Diagnóstico Funcional Bucal

Saiba porque escolher tratar na clínica DFB – Diagnóstico Funcional Bucal:

1. Excelente grupo de profissionais; 2. Atendimento humanizado; 3. Atenção com responsabilidade; 4. Qualidade e estabilidade; 5. Constante atualização; 6. Alto padrão em biossegurança; 7. Alta tecnologia; 8. Mais de 30 anos de experiência; 9. Reconhecimento nacional e internacional e 10. Satisfação com o tratamento.

Biossegurança – Cuidados com a esterilização do instrumental

Clínica dfb -sala de esterilização
Clínica dfb -sala de esterilização

Para eliminar e controlar doenças transmissíveis,é importante que se tenha a prática do monitoramento do equipamento utilizado no processo de esterilização – Autoclave. É necessário registrar o monitoramento físico, químico e biológico do equipamento. Os responsáveis pela clínica dfb sabem responder às três perguntas básicas:

  1. Sabe a necessidade de aplicar as boas práticas prática em biossegurança?
  2. Sabe que a autoclave pode apresentar defeito?
  3. Sabe diagnosticar prováveis problemas com a autoclave?Os profissionais da clinica dfb utilizam esta prática recomendada pela ANVISA, garantindo a eficiência do equipamento utilizado para esterilização dos artigos.

O monitoramento físico deve ser feito semanalmente, e consiste na manutenção preventiva do equipamento a cada seis meses ou conforme orientação do fabricante, e quando este apresentar alguma irregularidade detectada pelo processo; na limpeza com sabão neutro e esponja macia, pano úmido para a remoção do excesso e secagem com pano seco que não solte pelos; utilização somente de água destilada para autoclave; observação e registro do início do processo de aquecimento ao início do processo de esterilização do tempo, temperatura e pressão.

O monitoramento químico consiste em utilizar integrador químico próprio, que vai indicar temperatura, pressão e vapor para autoclave; e deve ser feito diariamente no primeiro ciclo.

O monitoramento biológico para autoclave consiste em utilizar o geobacilo esporulado stearothermophillus. O teste deve ser feito semanalmente e vai garantir que realmente o processo de esterilização foi executado com segurança.

Se acusar irregularidade no processo, o equipamento deverá passar pela assistência técnica autorizada. Solucionado o problema, deve-se manter junto do registro a ordem e a nota fiscal do serviço executado.

A manutenção desse procedimento de rotina na clínica dfb garante o funcionamento do equipamento, excelência profissional na prestação dos serviços e qualidade de vida para quem nos procura.
Maiores informações: http://www.cristofoli.com/biosseguranca2/?tag=denise-fernandes-barbosa

 

Só uma olhadinha ou uma consulta odontológica?

Centro de Prevenção e Controle das Doenças
Centro de Prevenção e Controle das Doenças

Dra. Denise Fernandes Barbosa

Este mês, gostaria de falar um pouco sobre os procedimentos de biossegurança nos consultórios odontológicos e honorários profissionais. De acordo com o Centro de Prevenção em Doenças dos Estados Unidos da América, deve ser adotado o conceito de precaução universal: todo paciente deve ser considerado portador de doenças contagiosas. Assim, os cuidados para evitar a contaminação cruzada devem ser adotados para todos os pacientes que procuram por um profissional de saúde, sem exceção.
Hoje em dia, é muito importante a precaução com relação à contaminação cruzada. A boca é um local de abrigo para muitos micro-organismos. Todo material que vai à boca do paciente deve estar esterilizado, isto é, ter passado pelo processo completo de esterilização, que vai desde a limpeza mais profunda com agente químico adequado, até a esterilização pela autoclave, considerado o equipamento mais eficaz e seguro quando moni-torado através de registro físico, químico e biológico. Para tal, utilizam-se envelopes especiais para acondicionamento dos instrumentais, que devem ser descartados após o uso, como preconizado pela Anvisa e Ministério da Saúde. Leia Mais…

Mastigue bem para garantir um sorriso perfeito

mastigação
A boa mastigação faz desenvolver melhor a boca
higiene bucal
Higiene bucal é fundamental para a saúde em geral

Dra. Denise Fernandes Barbosa

Mastigar alimentos mais duros, secos e fibrosos faz com que os músculos da mastigação sejam requisitados com maior intensidade e esses exercícios, além de outros benefícios, produzirão um melhor desenvolvimento ósseo, favorecendo o posicionamento dos dentes de forma mais harmônica nas arcadas dentárias.

Cereais integrais, verduras, legumes, carnes, castanhas, frutas na forma natural ou desidratadas são excelentes opções para uma alimentação saudável e vigorosa. Leia Mais…

Crescimento craniofacial e distúrbios respiratórios

crânio de um bebê
crânio de um bebê
crânio de um adulto
crânio de um adulto

Dra. Denise Fernandes Barbosa

No 1° ano de vida da criança, o crânio já apresenta 90% da capacidade total de seu crescimento, que se completa aos 15 anos, aproximadamente. A face do recém-nascido ocupa a menor parte de toda a cabeça; ao mesmo tempo, a calota craniana está próxima do seu tamanho final. Os 80% do crescimento facial se darão até 6 a 7 anos de idade, e os 20% restantes, até a idade adulta (ver figuras).
A região nasal é quase que, literalmente, a pedra fundamental da arquitetura facial, e todas as partes envolvidas dependem dela para que possam ser posicionadas e estabilizadas. O crescimento e desenvolvimento dessas estruturas dependem, além dos fatores genéticos, também dos fatores ambientais.
A respiração tem influência direta no crescimento crâniofacial. Se a criança é respiradora bucal, pode apresentar como consequência deformidades resultantes dessa função alterada, levando a alterações como alongamento da face, na forma do queixo e do céu da boca, provocando atresia dos maxilares e posições inadequadas dos dentes. Leia Mais…

Sorriso saudável com qualidade de vida

sorriso
Sorriso saudável é reflexo de função equilibrada

Dra. Denise Fernandes Barbosa

Na edição passada falei sobre a respiração e citei a mastigação como funções que a boca exerce e procurei relacioná-las com os distúrbios respiratórios do sono e qualidade de vida. Entretanto, além dessas funções, existem outras tão importantes como a sucção, deglutição e fala.
Nesta edição, o enfoque está relacionado à mastigação, formação das arcadas dentá-rias e os distúrbios respiratórios do sono que estão diretamente relacionados com a obesidade, a conformação das arcadas dentárias, flacidez da musculatura da boca e garganta, entre outras.
A respiração nasal é aprendida através da amamentação natural, ou seja, mamando no seio materno com movimentos de ordenha que envolve funções de sucção e deglutição. Nessa fase, o osso do queixo do bebê é bem pequeno e necessita de estímulo para crescer. Dessa forma, o bebê tem grandes chan-ces de ter o crescimento e desenvolvimento das arcadas dentárias de forma correta. Esses movimentos são executados por músculos que participarão da futura mastigação. Leia Mais…